CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

18 de janeiro de 2011

Memorial Amazonense XLIII

Janeiro, 18

1918 – Nasceu no Rio de Janeiro, Ormail Stockler de Oliveira Junqueira, falecido coronel do Exército. Quando major, em abril de 1962, assumiu o comando da Polícia Militar do Amazonas, a convite do governador Gilberto Mestrinho. O antecessor do coronel Stockler fora o doutor Assis Peixoto, nomeado coronel para a função.

Gov. Plínio Coelho, 1963
No ano seguinte, Plínio Coelho retorna ao Palácio Rio Negro, na condição de governador. Ao promover a mudança do comandante da PM, o substituto do coronel Stockler é o primeiro tenente PM Alfredo Barbosa Filho.

Quando em nosso cotidiano, a conversa paralela interroga-me sobre a mudança superior realizada na PM, costumo lembrar esses fatos. Apesar de pouco condizentes com as bases militares.



1962 – Por iniciativa do padre Lino, redentorista, é fundada a Sociedade Atlética Guarda de Aparecida (SAGA), de moderna arquitetura, situada a rua Wilkens de Matos, em Aparecida. Bem próxima da centenária Cervejaria Amazonense. Consta que o terreno foi adquirido pelos genitores deste sacerdote.
A sociedade promovia o congraçamento das famílias e, em especial, dos jovens do bairro. Algum tempo depois foi vendido, tendo desaparecido a edificação original, em seu lugar surgiu o espigão, onde funcionou, entre outros, a Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), na década de 1980.
Cervejaria Amazonense, no bairro de Apareceida, ainda existente
1966 – Ocorreu a instalação do Banco de Produção e Fomento do Estado do Acre, melhor conhecido por Banacre. Esteve localizado a Rua Henrique Martins 286, ao lado da Papelaria Velho Lino, e do Banco do Estado do Amazonas (fundos).

1973 – Para concretizar os entendimentos, o Governo Estadual, pelo governador João Walter de Andrade, e o Municipal, sendo prefeito Paulo Pinto Nery, firmam o convênio que transfere o serviço de combate a incêndios e afins para a gestão da Polícia Militar do Amazonas.