CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

9 de abril de 2010

Memorial Amazonense

Abril, 9



1836 – Assume o comando das Armas e a presidência da Província do Pará, o general brigadeiro Francisco José de Souza Soares d’Andrea. Sua posse ocorre em meio a rebelião da Cabanagem, com a missão de restaurar a província paraense, da qual pertencia a Comarca do Rio Negro, hoje estado do Amazonas.


1872 – Nasce em Grünberg, cidade da atual Alemanha, Theodor Koch. Morre em 1924, na vila Vista Alegre situada no Rio Branco, ao participar de expedição ao Amazonas. Notabilizou-se pelas pesquisas e publicações sobre os índios amazônicos. A transladação dos restos mortais foi prejudicada pela Segunda Guerra Mundial. Somente acontece em1953, para o cemitério São Batista, de Manaus. Koch-Grünberg é patrono de Cadeira do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas, ocupada por Rui Alberto Costa Lins.


1916 – Morre no Rio de Janeiro, o pintor Aurélio Figueiredo, que visitou Manaus, ao menos em duas oportunidades. É autor dos quadros Imperador Dom Pedro II e Princesa Isabel, de 1888, existentes no IGHA; A Libertação dos escravos, exposto na Biblioteca Pública, e o Banho de Ceci, do acervo da Pinacoteca do Estado.

Na foto, pormenor do quadro de Dom Pedro II


1953 – Fundação do Clube dos Oficiais da Policia Militar do Amazonas  (Copmam). Seu primeiro presidente foi o coronel da reserva Jonas Paes Barreto. Ainda permanece funcionando, em sede própria na avenida André Araujo - Aleixo.

2003 – Morre, em Manaus, Paulo Herban Maciel Jacob, desembargador aposentado. Graduado pela Faculdade de Direito do Amazonas, ingressa na magistratura e é empossado desembargador em 11 Nov. 1964. Foi presidente da Alta Corte no biênio 1982-1983, quando assumiu ocasionalmente o governo do Estado. Pertenceu a Academia Amazonense de Letras, onde ingressou em 1969. Publicou vários títulos: Muralha verde, 1964, o primeiro; Dos ditos passados nos acercados de Cassianã, 1969, detentor do prêmio nacional Walmap, Um pedaço de lua cheia caía na mata, 1989, entre outros. Seu corpo foi sepultado no cemitério São João.