CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

2 de abril de 2010

Memorial Amazonense


ABRIL, 2



1923 – Ocorre no cinema Palais (RJ) o lançamento de No Paiz das Amazonas,  de Silvino Simões Santos Silva. Filme rodado no Amazonas em 1921. Silvino Santos, produtor, nasceu em Portugal, e emigrando para o Brasil, chega a Belém (PA). Após vários contratempos, conquista o apoio do empresário J. G. Araújo, em Manaus, o qual financia vasta produção de filmes. Silvino morre, em Manaus, há 40 anos (14 maio 1970).


1937 – Inaugurado o Patronato de Santa Terezinha, dirigido pelas Irmãs Salesianas, e presidido por Dom Pedro Massa. Hoje, intitulado de Centro Educacional Santa Terezinha.


1941 – Assume o comando da Força Policial, o major EB Gentil João Barbato. Barbato marcou seu comando por forte disciplina imposta na caserna, e respeitada fora dela.


1949 – Instalado em Manaus (AM) o Comando de Elementos de Fronteira, subordinado a 8.ª RM, sediada em Belém (PA). Sua criação deu origem ao atual Comando Militar da Amazônia. Em 1957, passou a Grupamento de Elementos de Fronteira (GEF), agora subordinado ao CMA, criado em 1958. Em 1960, passa ter o comando de general, com sede no Quartel da praça General Osório, hoje Colégio Militar de Manaus. Em nossos dias, o CMA encontra-se aquartelado na Ponta Negra.