CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

21 de novembro de 2012

IGREJAS DE MANAUS

Catedral de Manaus, c1950
Antes do Concílio Vaticano II, promovido pelo papa João XXIII, o celebrante da missa permanecia de costas para os assistentes, portanto, de frente para o altar. O missal era mantido em latim, a língua oficial do Vaticano. Tudo isso mudou. Deo gratias (graças a Deus).

A fotografia do altar-mor da Catedral de Manaus é anterior a este evento. E mais, foi produzida antes que o Casal Makk, em 1958, pintasse no teto um mural expressivo, de valor artístico internacional. Atualmente, após a última reforma de 2002, o teto voltou ao padrão mostrado na ilustração.

Dessa época, 1960, é o barracão que abriga o Centro Social Educativo São Lázaro, alicerce da atual igreja, no bairro de mesmo nome.

A foto da igreja de Santa Rita, no bairro de Cachoeirinha, tem a data de outubro de 1982. Ao lado, pela avenida Carvalho Leal, vemos o Ginásio Ruy Araújo, ainda em expansão.

Com data de 1978, temos a igreja São José Operário, construída na esquina da rua Visconde Porto Alegre com avenida Ramos Ferreira, e administrada pelos padres salesianos.
 

As igrejas de São Lázaro, de Santa Rita e de São José
Operário (de cima para baixo)