CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

7 de maio de 2012

Turma de oficiais da PMAM, em 1984



Jornal do Commercio, 5 janeiro 1985
A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) desde 1960, quando era seu coronel-comandante o bacharel Assis Peixoto, promove a formação de oficiais em escolas privativas de outras corporações. Inclusive do exterior. Portanto, há pouco mais de meio século. Os primeiros cadetes, hoje coronéis “aposentados”, foram Hélcio Motta, Pedro Lustosa e Pedro Câmara, apenas para recordar, oriundos da então PM da Guanabara. Esses três constituem a turma de 1962, ano da formatura.

Outros detalhes: como a conclusão desse curso sempre acontece no final do ano tornou-se praxe apresentar os novíssimos oficiais ao governador do Estado, no início do novo ano. Com o aumento do efetivo, a PMAM teve necessidade de dividir os cadetes em vários destinos; assim, uma turma constituía-se desses, procedentes de diferentes escolas.

Este procedimento foi interrompido há cerca de um quinquênio. Atualmente, a corporação militar amazonense prepara seus oficiais na própria Academia Coronel Neper Alencar, em convênio com a Universidade Estadual.

A ilustração mostra o governador Gilberto Mestrinho (1983-87) recebendo os oficiais da turma de 1984. O comandante da corporação, coronel Hélcio Motta (1983-87), fez a apresentação da turma e, na foto, vê-se os hoje coronéis Hiltomar Regis (ex-subcomandante da PMAM), sendo cumprimentado pelo governador, e os irmãos Raimundo Jeodar e Carlos Bacelar Martins Costa, ambos do Corpo de Bombeiros Militar, entre outros.
Governador Mestrinho recebe os oficiais de 1984,
Jornal do Commercio, 5 janeiro 1985