CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

27 de junho de 2011

Clube dos oficiais da PM e CBM (1)

Fundado em 1953, três anos depois, o Clube dos oficiais da PM tinha por presidente o doutor Antônio Hossanah, médico da corporação. Uma movimentação coletiva em prol dos associados está registrada em jornal da cidade.

Dr. Antônio Hossanah

A Crítica, 25 out. 1956
Tratava-se da reivindicação junto ao governo do Estado de melhorias salariais. O texto vem assinado pelo presidente, utilizando uma fórmula própria da época: a coluna Solicitadas, que os jornais abriam ao público.
Sem exageros, apelando obviamente mais para os sentimentos que o cofre estadual. Sem ameaças.

O passo marcante dado pelo clube ocorreu com a organização da festa carnavalesca, realizada no Rio Negro Clube, em 1974. Mas foi no comando do coronel Mário Ossuosky (1975-79), que o projeto se tornou realidade.

Em 1978, sendo presidente o então major Romeu Medeiros, obtido o terreno em área nobre, na então avenida do Aleixo, hoje André Araújo, foi possível consolidar a construção da sede. Não se trata de revelação fora do comum, mas toda mão de obra e, creio que o material, saiu da corporação.
Construído em madeira, como ainda se encontra, apesar de mais de trinta anos e alguns presidentes. Poucas modificações ocorreram.
Sede do Clube dos oficiais da PM/AM, em construção, 1978
A seguir, a inauguração.