CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

6 de setembro de 2010

Deu em O POVO

Jornal O Povo. Manaus, 6 setembro 1990
Joaquim Igrejas Lopes, coronel da reserva do Exército, havia sido Superintendente da Suframa, no período de junho de 1983 a abril de 1985. Como se vê, fora o último chefe nomeado pelo Governo Militar.
Gilberto Mestrinho, empossado em 1983, já governava o Amazonas. Por isso, é fácil compreender porque o sucessor de Igrejas Lopes foi Roberto Cohen, compadre de GM.
No texto, o conhecido jornalista Plínio Valério lembra o ex-chefe, salientando "sua extrema honestidade no trato com a coisa pública".
O ex-superintendente morreu no Rio, mas foi sepultado no cemitério São João, de Manaus.