CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

20 de setembro de 2010

Eleições amazonenses

Aproveitando o período eleitoral, vou reproduzir até a próxima eleição os embates ocorridos pelo Executivo amazonense. As informações serão sacadas de jornais de época, quando então, o periódico dispunha de "liberdade" para declarar seu voto. 
O jornal defendia com empenho seu candidato, mantendo coluna especializada para denegrir ou satirizar o adversário.
Convém lembrar que o direito de votar, usurpado na ditadura de Getúlio Vargas, teve seu retorno em 1947. Dois partidos políticos disputavam a hegemonia estadual: o Partido Social Democrático (PSD) e a União Democrática Nacional (UDN). À margem, seguia principalmente o Partido Trabalhista Brasileiro. No entanto, havia outros partidos menores.

Em 1947,quando da primeira disputa a ser considerada nesta página, circulavam em Manaus, O Jornal e o Diário da Tarde; A Gazeta; Jornal do Commercio; A Tarde, entre outros.
A segunda eleição ocorreu em 1950, e as demais a cada quatro anos, até que o Governo Militar cassou esse direito.

Ruy Araújo, emblemático político estadual,
O Jornal. Manaus, setembro 1950
Enfim, pretendo com recortes de jornais mostrar a propaganda, a forma de votar e os resultados.