CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

16 de julho de 2012

Deu no Amazonas EMTEMPO




EMTEMPO, de hoje
Interessados e amantes da Biblioteca Pública do Amazonas, a centenária biblioteca, pelejam pela sua abertura, mas ela segue fechada. E, pior, sem data para voltar a funcionar. A última promessa, elaborada pelo secretário de Estado da Cultura, doutor Robério Braga, já caiu no deboche.

Hoje pela manhã, manifestantes se reuniram em frente à Biblioteca. “Esperávamos número maior de presentes”, revelou-me o mestre Jorge Bandeira. Não deu para abraçar o imóvel, “apenas o hidrante”, mas permitiu registrar o movimento “Abre Biblioteca”, que espera tenha resultado em breve.

A cidade sabe que, em reparos, a Biblioteca Pública já ultrapassou os CINCO anos interditada. Com este vigoroso índice, vem disputando com o Mercado Adolpho Lisboa, de responsabilidade da prefeitura de Manaus, o recorde de mais tempo de interdição.

Está difícil saber o vencedor, mas, há mais de 60 meses, o perdedor já se conhece: a população manauense. 

Recorte do EMTEMPO, Manaus, 16 julho 2012