CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

12 de julho de 2011

Corpo de Bombeiros do Amazonas

Certo dia de certo ano, entrevistei o coronel Osório Fonseca, que fora comandante do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, e perguntei-lhe sobre as satisfações que tivera quando conduziu aquele serviço.

Ele me respondeu assim: minhas melhores alegrias foram o reconhecimento da população aos serviços prestados pelo Corpo de Bombeiros.

Aquele “muito obrigado”, ou aquele gesto que chegava no dia seguinte, ou aquela visita ao quartel para dizer: “Olha, muito obrigado, porque vocês fizeram isso”.
“Nós perdemos o nosso filho” ou “perdemos o nosso motor, mas se não fossem vocês”. Esse retorno, nessas condições, muito nos reconforta. Para quem aqui trabalha, é deveras reconfortante.

Semana passada uma dessas visitas aconteceu. A vítima, ainda com as marcas do incêndio no corpo, foi ao quartel dos Bombeiros para ratificar o que sentira o antigo comandante.

Coronel Antonio Dias cumprimenta a doutora Miriam Martins
Extraído do Boletim Informativo do Corpo de Bombeiros do Amazonas
O comando-geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas recebeu na manhã da sexta-feira 8, a visita da Dra. Miriam Martins Serra, proprietária do apartamento que pegou fogo no dia 1º de julho no condomínio Central Park, localizado na av. Umberto Calderaro (antiga rua Paraiba), Zona Sul de Manaus.

Ela fez questão de ir pessoalmente ao comando, para agradecer aos Bombeiros que impediram que o fogo se alastrasse para outros apartamentos. Bastante emocionada, ela disse aos Bombeiros que estavam em formação no pátio da corporação que, no momento do incêndio, a guarnição de serviço naquela noite lhe transmitiu muita calma e amparo.
“Eu vim aqui de coração agradecer a todos que me ajudaram naquele momento tão difícil para a minha família”, ressaltou.

O comandante-geral dos Bombeiros, coronel Antônio Dias dos Santos, enfatizou que tanto o agradecimento pessoal quanto o realizado através de carta foi bem-vindo à Corporação. Disse ainda que a rapidez de tempo-resposta no atendimento é resultado de treinamento que as guarnições estão sempre realizando.
“Isso prova que estamos buscando a excelência no atendimento rápido à sociedade amazonense. O nosso trabalha não pára e vamos continuar realizando treinamentos, simulados e cursos para melhor aperfeiçoar a tropa de Bombeiros”, explicou.


“Meu apartamento foi destruído, mas tenho certeza que vou reconstruí-lo, mas estou feliz porque ninguém se feriu, graças aos bravos guerreiros do fogo”, finalizou a Dra. Miriam Martins.
Além deste gesto pessoal, a doutora Miriam fez publicar no Diário do Amazonas (página Classilider 3, de 8 julho 2011), Nota de agradecimento.