CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

26 de junho de 2010

Departamento Estadual de Trânsito - Detran


Major Edson de Lima Matias assumiu o Departamento de Trânsito (Detran) em outubro de 1978. Ao tempo do Governo Militar, em que este órgão passou pela direção de alguns oficiais da Polícia Militar. Era uma espécie de feudo policial militar. Matias, formado na Academia de Polícia Militar de São Paulo, possuia formação acadêmica e, em consequência, era professor de matematica da rede estadual.
A Notícia. Manaus, 5.8.1980


A reportagem do jornal A Notícia mostrava o dirigente do Detran sorridente, em pleno exercício de sua função. Convocava os propiretários dempresas de transporte coletivo, esse mesmo que segue conturbado, para uma reunião. Outra boa passagem deste oficial foi sua presença em Itacoatiara, em fiscalização de trânsito.

A Notícia. Manaus, 29.5.1980


No entanto, em junho de 1980, o major Matias foi exonerado do Detran. Segundo ele relata em publicação jornalística, fora exomerado pela imprensa, como já aconteceu com vários funcionários públicos. Passou o encargo ao diretor executivo, uma espécie de vice-diretor, Andrea Limongi.

Limongi (à esq.), major Matias e auxialiares
A Crítica. Manaus, 27.6.1980


Limongi era uma figura conhecida na praça. Ao lado do irmão Flaviano, fundara a Federação Amazonense de Futebol (FAF) ou, como o próprio Andrea segredava, "Flaviano e Andrea faturam". Andrea era um camarada simpático, espirituoso, que a todos atendia e, bem a vontade, era amigos dos oficiais da Polícia Militar do Amazonas (Pmam). Afinal, quem fiscalizava o trânsito era a Companhia de Trânsito, pertencente a Pmam.


Tudo bem. Verdade que qualquer pessoa de mediano entendimento, sabia que a substituição de Matias fora movimento político. Assim, dias depois, Matias vem a público confirmar o que todos desconfiavam.

Major Matias. A Notícia. Manaus, 22.7.1980


Hoje, coronel Matias se encontra na reserva e aposentado do ensino escolar.