CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

6 de outubro de 2012

Eleição – Arthur Neto



Arthur Neto, 1982
Não tenho como me esquivar, especialmente agora que a disputa eleitoral chega ao final do primeiro tempo. É quando a turma pergunta, busca saber minha opinião sobre os candidatos. Assim, vou registrar meu voto. Voto no candidato Arthur Neto. Ou, como diria o mais novo condenado desta campanha política, Simão Pessoa: “Colt 45 nos ladrões do dinheiro público, moçada! Vamos mostrar que Manaus tem vergonha na cara e restaurar a moralidade na política elegendo Artur [Neto] prefeito”.  
 
Jornal Dez Minutos, de hoje

Os dez pontos de vantagem do Arthur não foi surpresa. A surpresa veio com a condenação de três blogueiros, que expuseram a omelete que atingiu a candidata do ex-presidente Lula, em Manaus. Entre os atingidos, o amigo Simão Pessoa, o “dono” do Colt 45. Li sua resposta. Reproduzo o principal: 

Quase uma centena de amigos me telefonou essa manhã prestando solidariedade e se prontificando a participar da “vaquinha” para o pagamento de uma multa de R$ 65 mil que me foi imposta pela Justiça Eleitoral.

Como eu não sabia do que estavam falando, me aconselharam a ler a matéria sobre o assunto postada no Blog do Holanda.

Foi o que fiz.

Meio ressabiado, li a sentença da juíza Naira Norte e continuei não entendendo nada:
Nem eu, caro Simão Pessoa. Quando vai correr a sacolinha?
 
Jornal A Crítica, de hoje