CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

15 de maio de 2011

Academia Amazonense de Letras


Acadêmico Adriano Jorge

O processo da escolha de novos acadêmicos está aberto na Casa de Adriano Jorge. O Edital respectivo foi publicado dia 2, no Diário Oficial, e as inscrições podem ser feitas por trinta dias, no horário comercial.
 Estão abertas duas Cadeiras. A 24, do patrono Joaquim Nabuco, cujo último ocupante foi o professor Dr. Áderson Pereira Dutra que, entre outros cargos, foi Reitor da Universidade do Amazonas.

A outra é a 40, do patrono Paulino de Brito, tendo por derradeiro ocupante o cronista Waldemar Baptista de Salles, nascido na Paraíba, em 1913, e morto em Manaus, ano passado.
Áderson Dutra e Waldemar Baptista,
mortos ano passado
A quem interessar possa: já foram realizadas duas inscrições. Para a primeira, a professora Dra. Marilene Corrêa, que deixou o cargo de Reitora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para concorrer, no pleito de 2010, a eleição de senadora.
Para a segunda, o cronista Francisco Vasconcelos, membro do Clube da Madrugada, autor de, entre outros livros, Regime das Águas. Hoje, aposentado do Banco do Brasil, reside em Brasília-DF.