CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

20 de fevereiro de 2011

Memorial Amazonense (XLVII)

Fevereiro, 19

Lousa da sepultura do
major Silverio Nery
1878 – Assume o comando da Guarda Policial, hoje Polícia Militar do Amazonas, Silvério José Nery, major reformado do EB. Fundador da família na Amazônia, pois do primeiro casamento, gerara filhos em Belém (PA). Casou-se em Manaus e deixou farta descendência. Dos quais, quatro Nery já dirigiram o Estado. Najor Nery morreu nesse mesmo ano, sendo sepultado no cemitério São José. Com o fechamento deste, os restos mortais foram transladados para o São João Batista.

1893 – Nasce no seringal Goiabal, em Humaitá (AM), Álvaro Botelho Maia. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, em 1917. Escolhido por Getúlio Vargas, por ocasião do golpe de 1930, governou o Amazonas durante o longo período getulista. Depois governador, por voto direto, entre 1951/55. Publicou Banco de Canoa (1963), Defumadores e Porongas (1966), entre outros. Não podemos esquecer – A Canção de Fé e Esperança. Proferida no Teatro Amazonas, quando em nome da juventude baré saudou o centenário da Independência do Brasil.
1906 – Nasce na localidade de Anveres, município do Careiro da Várzea (AM), o cônego Antônio Plácido de Souza, que foi vigário do bairro de Educandos, de 1943 até sua morte, em 1969. A igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro teve sua mão criadora, pois sendo um exímio marceneiro dirigiu a construção da mesma.
Álvaro Maia. O Jornal, setembro 1950
1935Álvaro Botelho Maia assume o governo do Estado, na condição de governador constitucional. Na prática, deixou de ser Interventor Federal para ser Governador. Dois anos depois, com a implantação da ditadura Vargas, Álvaro retorna a condição de Interventor.
2003 – Em jogo realizado no estádio Vivaldo Lima, válido pela Copa Brasil, o São Raimundo (AM) derrotou o São Paulo (SP), por 2x0. O time paulista jogou com os pentacampeões: Ricardinho, Rogério Ceni e Kaka. Diria que as pouco conhecidas Lojas Rozenha (patrocinadora do Mundico) derrotaram a globalíssima LG. O público superou os 39 mil pagantes. Hoje, o São Raimundo vaga pela quarta divisão, enquanto o outro santo faz festa... ainda com Ceni.