CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

5 de fevereiro de 2011

Chá do Armando e eventos

Não foi um lançamento de livro a moda usual, digamos, foi um lançamento reservado. Em sua nova “parada”, o Chá reuniu-se ontem e decidiu rememorar o saudoso “mecenas”, o multiartista Anísio Mello, que em abril próximo completa o primeiro ano de falecimento.
Anísio Mello, autoretrato

Para isso, os amigos do Anísio vão produzir dois eventos: a exposição de parte do material desse artista; e a publicação de um livro inedito de poemas – Convite à Poesia. A turma continua aguardando a colaboração de tantos amigos e admiradores do mestre dos pinceis no Amazonas.

Com o “chá” foram servidos dois livros: Magia e sedução (poemas), de Almir Diniz, e História do Amazonas, do professor Aguinaldo Figueiredo.

Diniz já produziu um bom número de livros, alguns com seus poemas, melhor dizendo, com os sonetos que tanto preza. Em Magia e Sedução estão presentes poemas de amor “que servem para uma bem humorada excursão pelos domínios do corpo e da alma da mulher, este ser que irritara os filósofos com seus cabelos longos e ideias curtas”, assegura o poeta Jorge Tufic.

Oh, tu! Que vais passando e és tão formosa
e tens no corpo o doce dialeto
do prazer, e nas curvas o alfabeto
de estética lascívia e primorosa.

Passa com o autor e apanha um exemplar, está sendo distribuído gratuitamente. Sucesso Almir Diniz.

História do Amazonas
O professor Aguinaldo coloca em mãos de estudantes e professores a História do Amazonas, em apreciável trabalho editorial da Valer. Produzido depois muitas horas de sala de aula e de leituras e de pesquisas, Aguinaldo, com sua postura arrebatada, continua polemizando. Seu livro tem esse jeitão. Alguns cochilos driblaram a revisão, mas não corrompem o fundamental. O livro está a venda em vários pontos, mas pode ser adquirido com o autor (mailto:aguinaldofigueiredo@yahoo.com.br.br).