CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

1 de abril de 2018

PMAM - 181 ANOS (III)

Ainda em sequência aos festejos de criação da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), lembro que esta corporação, em dezembro de 1974, estava o comando do coronel Lucy Coutinho. Na oportunidade, recebeu o encargo de coordenar a “Operação Rebraca” (Repatriação de Brasileiros de Caiena). No próximo post detalharei a execução deste exercício mais de caráter diplomático.

Reescrevo a coluna sobre militares, encartada em A Crítica (22 dezembro 1974), em que divulga ralos acontecimentos sobre a PMAM.

O recorte da mencionada edição mostra a barraca da Rádio Patrulha

POLÍCIA MILITAR

OPERAÇÃO REBRACA
O ponto de convergência da “Operação Rebraca”, em Manaus, estará a cargo do Comando-Geral da Polícia Militar.
 CONCLUÍRAM CURSO DE APERFEIÇOAMENTO
Após terem concluído com êxito o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais na Academia de Policia Militar de S. Paulo, regressaram a Manaus os capitães Mael Rodrigues de Sá e José Cavalcanti Campos.
(Ambos coronéis reformados, recordo que Mael Sá exerceu o comando da PMAM em duas ocasiões; e o segundo, também em duas oportunidades, chefiou a Casa Militar. Cavalcanti ocupou ainda a Assembleia Legislativa na condição de deputado).
 PM REALIZOU FESTA NATALINA
Com a presença de todos os militares daquela organização militar e de seus familiares, a PM proporcionou na última sexta-feira no 1º BPM, sua festa natalina, que contou com a presença do Papal Noel e de centenas de crianças. As barracas foram construídas com brincadeiras diferentes, assim como foram distribuídos brinquedos para a petizada.(A corporação deveria ter próximo de 1.200 homens, portanto, descontados os destacados, era fácil reuni-los no imenso pátio do 1º BPM, em Petrópolis, onde hoje assenta-se o Comando-Geral.