CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

13 de novembro de 2010

Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas

Na noite de ontem, o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (Igha) deu posse a duas sócias efetivas: Veralucia Ferreira e Jane Clotilde. As duas novas associadas são museólogas e, outra coincidência, chegadas em Manaus há mais de 30 anos.

Vera Ferreira, de posse
do diploma

Vera (como é conhecida) nasceu em Feira de Santana (BA) e Jane veio de Porto Alegre (RS). Por força da formação acadêmica, sempre estiveram envolvidas com a organização e a revitalização de museus. Assim, pode-se afirmar que elas são as “progenitoras” de todos os atuais museus de Manaus.

A caminhada começou no próprio Igha, confessaram as duas novas associadas ao discursar na sessão, foi na vetusta Casa de Bernardo Ramos que ensaiaram seus conhecimentos técnicos. Depois, com o apoio do atual secretário de Cultura, então presidente da agremiação, cresceram, aprimorando a arte, e dessa maneira projetaram os museus da cidade.

Jane Clotilde, ao ser diplomada
A sessão foi conduzida pelo presidente Geraldo dos Anjos e pela secretária Marita Monteiro; a saudação do silogeu, entretanto, foi proferida pelo associado Antonio Loureiro, devido a impossibilidade do orador oficial. Vera Ferreira ocupa a cadeira 29, patronada por Johann Von Spix; Jane Clotilde, a cadeira 11, cujo patrono é o barão de Sant´ana Nery.

Ao final da assembleia, o presidente conduziu um “parabéns pra você”, para homenagear dona Francisca (Chiquinha), que há mais de 40 anos, de seus 86 ontem contados, zela com dedicação pelo prédio do Igha.

Em seguida, a Casa abriu o salão de recepção, onde uma farta mesa de doces e salgados e bebidas reconfortou aos poucos presentes, contados apenas oito sócios.