CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

24 de março de 2011

POLÍCIA MILITAR DO AMAZONAS (XX)

O ato de insanidade dos policiais militares do Amazonas contra um adolescente, certamente já rodou o mundo pela Internet. As imagens do crime devem alcançar índices avantajados de audiência.

Ao ver no jornal A Crítica as fotos do infortúnio (soldados justiçando um jovem), lembrei-me de fatos semelhantes com ou sem a repercussão que o presente alcançou. E mais, a charge inserida na edição de hoje do matutino me fez catar no baú outras caricaturas, com o mesmo significado.

Jornal do Commercio. Manaus, 16 jun. 1912

A Crítica. Manaus, 12 fev. 1980

Jornal Maskate. Manaus, 16 fev. 2003

Jornal do Commercio. Manaus, 6 jul. 1980
Não desejo fazer gracejo ou mote para a impunidade. Não, apenas lamento. Mas vejo neste fato gravíssimo alguns perigos: enquanto a PM do Amazonas se preocupa com razão em operar um helicóptero, a falta de controle da corporação sobre os policiais, permitindo que uma patrulha de unicamente soldados, sem um comando mais graduado, patrulhem. Os resultados são deprimentes.

A impunidade que leva a um grupo decidir sobre a vida de terceiro. Finalmente, como os policiais militares estão em todos os sentidos despreparados, pois, se em uma ocorrência se necessitar de um atirador entre os policiais, o resultado será fatalmente uma catástrofe.

A Crítica. Manaus, 24 mar. 2011
O moleque da charge tem absoluta razão: cuidado com a polícia militar.