CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

12 de maio de 2013

1001 POSTAGENS


Projeto de futura capa
Vinha preparando uma marca para a minha postagem de número 1000, até que visitando a casa de antiquários do poeta Bandeira, na  rua Lima Bacury, encontrei o mote ou a marca. Ali revisitei publicações com as marcas de 1001 discos, filmes, cidades, cervejas e outras curtições mais, que devem ser apreciadas antes da morte do leitor.
Então, tá. Alcancei, pois, essa expressiva baliza de 1001 POSTAGENS, pouco mais de três anos depois de ter inaugurado este blog em março de 2010. Dizia na Preliminar: o incentivo dos amigos e a finalidade de “desovar” muitos de tantos papéis que eu havia catado, e se acumulavam quase sem serventia, abriram o catadordepapeis.blogspot.com . Essa papelada, a “rainha do lar” ameaçava lançar ao cesto... de lixo.
Fiz festejo pela centésima publicação. Havia me prometido a postar diariamente, e houve ocasião em que extrapolei com até três posts. O entusiasmo arrefeceu, levando-me a ausência de até uma semana. Quando isso aconteceu, encontrei um amigo-censor. Logo ele me telefonou, querendo saber se eu estava vivo. E a partir dessa conquista, o Herbert Ribeiro passou a fiscalizar minha presença.

Apesar dos apelos da controladora de blogs, continuo com o formato antiquado. Prometo renovar a cara e o conteúdo do Blog do coronel Roberto. E, como afixei na partida, caro leitor-amigo, aproveite a viagem deste barco, mas, se desejar, deixe sua contribuição. E ela que me faz reparar o rumo.
Até qualquer escala. Obrigado