CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

5 de julho de 2010

Polícia Militar do Amazonas XI

  • 1º Batalhão de Polícia Militar – 1º BPM
Batalhão Amazonas”
Quartel do 1º BPM, 1975


O 1º Batalhão de Polícia Militar, criado em 1965, desapareceu em 2008, levado pela evolução do tipo e a disposição tática de dispositivos de policiamento.


Um detalhe precisa ser esclarecido. Quando da campanha de Canudos, o Amazonas remeteu contra os conselheiristas o 1º Batalhão de Infantaria do Regimento Militar. Regimento era a denominação da Polícia Militar, porque obedecia a estrutura da Força Terrestre.


Com o declínio da borracha, que levou o Estado à quase falência, a Polícia acompanhou. De Regimento foi reduzido a Batalhão e, com o passar dos anos, modificou-se de tal ordem que, na metade do século passado, era um agrupamento de policiais.

Quartel do 1º BPM, 1975


O governador Arthur Reis (1964-67) deu partida a renovação da Polícia Militar. Em 3 de maio de 1965, aniversário da PMAM, denominou ao efetivo desta, com aproximadamente 200 policiais, de Batalhão Amazonas. Em 1970, foi criado o 2º BPM, com a denominação de Candido Mariano. Em decorrência deste ato, o Batalhão Amazonas passou a ser o primeiro.


Assim, pois, não há relação entre os mencionados batalhões. O 1º de infantaria, que combateu em Canudos, desapareceu na década de 1910, e o 1º de polícia, estabelecido em Petrópolis, prosperou até 2008.


Pequena memória do seu primeiro comandante.

Coronel Flavio, 2010
Flávio Augusto da Silva Rebello nasceu em Manaus, em 25 jan. 1936. No Rio de Janeiro concluiu o curso de infantaria do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR), da 1ª RM/RJ. Após o estágio no 17º RI, em Cruz Alta (RS), e, regressando a Manaus, foi incluído na PMAM em 19 out. 1960, no governo de Gilberto Mestrinho (1959-1963), e do comandante da PMAM, coronel Assis Peixoto.


Durante anos, esteve em atividades de direção e controle do trânsito da Capital, quando essa repartição ocupava o prédio fronteiro ao Quartel da Praça da Polícia, na rua José Paranaguá. Transferido o Departamento de Trânsito (Detran) para a atual sede, ali funcionou uma agência do BEA e hoje pertence a uma empresa de importação. Rebello, ao tempo em que Assis Peixoto governou o então Território Federal de Roraima (1963), participou desse governo.


Coronel Flavio encontra-se enraizado, fundamentado na história do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Não apenas pela primazia de ter sido seu primeiro comandante, mas pelo grave cumprimento da missão de estabelecer o “Batalhão Amazonas”, no quartel de Petrópolis. Unidade que ali desembarcou em 7 nov. 1971, e acolá permaneceu por mais de tres décadas.


É conhecida a destinação deste aquartelamento, que foi construído para abrigar o efetivo da PMAM, então concentrado na Praça da Polícia. A idealização do complexo policial pertence à genialidade de Severiano Porto. Em nossos dias, muito, muito desfigurado. No entanto, a decisão do coronel Paulo Figueiredo, então comandante geral, de deslocar apenas o 1º Batalhão para aquele quartel, deu início à expansão da Polícia Militar.

A presença do batalhão no bairro de Petrópolis possui alguns valores. O próprio ofício policial e, mais, o mérito inquestionável de sobreviver em um quartel digno pela arquitetura, mas cercado por vielas mal cuidadas, com pouco transporte e nenhuma comunicação, sequer telefone. Tudo isso mudou, hoje o bairro apresenta-se urbanizado e devidamente ocupado. E o quartel acolhe o comando geral da corporação.


O coronel Flavio Rebello, antes de passar a reserva, exerceu a chefia do Estado Maior, em duas ocasiões. Hoje, cuida com devoção dos netos e bisnetos.

Comandantes desta unidade policial até o ano 2000
tenente-coronel Flávio Augusto da Silva Rebello 20/04/1971
tenente-coronel Helcio Rodrigues Motta 05/02/1973
tenente-coronel Pedro Rodrigues Lustosa (foto)29/06/1976
tenente-coronel Amilcar da Silva Ferreira 06/03/1979
tenente-coronel Ruy Freire de Carvalho 06/04/1981
tenente-coronel Ilmar dos Santos Faria 20/10/1982
tenente-coronel Mael Rodrigues de Sá 24/06/1983
tenente-coronel Edson de Lima Matias 31/01/1984
tenente-coronel Fausto Seffair Ventura 24/02/1984
tenente-coronel Alfredo Assante Dias 01/07/1984
tenente-coronel Edval Correa da Fonseca 14/02/1985
tenente-coronel Odorico Alfaia Filho 01/07/1985
tenente-coronel Antônio Ferreira Lima 20/02/1986
tenente-coronel Edmilson da Silva Nascimento 24/04/1986
tenente-coronel Edson de Lima Matias 14/04/1987
tenente-coronel Raimundo Carlos Daniel Mar 17/03/1988
tenente-coronel José Cabral Jafra 19/01/1990
major Moacir da Fonseca Carioca 22/06/1990
tenente-coronel Antônio Ferreira Lima 14/01/1991
tenente-coronel Antônio Alfredo Rego da Matta 16/07/1991
tenente-coronel Raimundo Pereira da Encarnação 06/02/1992
tenente-coronel Roosevelt Jobim 27/10/1992
tenente-coronel Luís Gonzaga Rodrigues Oliveira 03/02/1994
tenente-coronel Nestor Arnaud Rodrigues 10/01/1995
tenente-coronel Alcy Costa Sampaio 09/06/1995
tenente-coronel Adson José Costa Silva 05/02/1996
tenente-coronel Mário Cauper Monteiro 02/10/1996
tenente-coronel Fernando Antônio Andrade de Oliveira 14/04/1997
major Wilson Martins de Araújo 10/10/1997
tenente-coronel James Pedrosa Castelo Branco 16/12/1997
tenente-coronel José Alves de Lima 05/01/1999
major José de Arimatheia Moura e Silva 08/03/1999
major Julio César Lemos de Almeida 14/10/1999
major Elielcio George Catete Chaves (Interino)
tenente-coronel João de Souza Pessoa 18/05/2000