CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

19 de março de 2010

MEMORIAL AMAZONENSE

MARÇO, 19

1833 – Nasce em Manaus (AM), João Carlos Antony, diplomado em arquitetura na cidade de Florença (ITA). Em Manaus exerceu os encargos de engenheiro da Prefeitura por algumas décadas. Seu nome denomina rua do bairro da Cachoeirinha.

1871 – Inauguração da Sala de Leitura, nas dependências do Liceu Provincial; embrião da atual Biblioteca Pública.

1930 – Fundação do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, funcionando até 1944, como departamento feminino do Colégio Dom Bosco. Segue funcionando à rua Silva Ramos.

1937 – Estabelecida, por decisão do decreto nº 117, a grafia – Manaus – para os atos oficiais. Somente em 14 Jul 1939 é que o Diário Oficial do Estado adota a regra: definitivamente Manaus.


1943 – Reabertura do Seminário São José, em Manaus, por iniciativa de Dom João da Matta Andrade e Amaral, 5º bispo do Amazonas. O estabelecimento havia cerrado as portas em 1906, quase sessenta anos após sua fundação (1848).

1956 – Fundação do Coral “João Gomes Júnior”, ainda em atividade. Seu fundador foi o maestro Nivaldo Santiago.