CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

11 de março de 2010

MEMORIAL AMAZONENSE

1884 – Toma posse na presidência da Província, Teodoreto Carlos de Faria Souto. Nasceu na província do Ceará e bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Recife (1865). Em seu governo ocorre a extinção do elemento servil na Província do Amazonas. A solenidade acontece a 10 de Julho, daí resulta a denominação dada a rua do Centro.

1975 – Morre em Manaus, André Vidal de Araújo, desembargador aposentado. Filho de Goiana (PE), nascido em 1899, chegou a “capital da borracha” em 1906. Graduado pela Faculdade de Direito do Amazonas, ingressa na magistratura. Sede da Academia Amazonense de Letras
Sociólogo, educador, revelou-se ao cuidar dos menores e de outros encargos sociais. Constituía uma figura carismática, além de católico atuante. Pertencia à Academia Amazonense de Letras e, quando de sua morte, dirigia o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas.

1976 – O escritor Rodolpho Valle toma posse na Academia Amazonense de Letras, para ocupar a Cadeira nº 31, cujo patrono é Raimundo Monteiro. Hoje, o ocupante é o poeta Max Carphentier.