CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

28 de março de 2016

CENTENÁRIO DO IGHA: NOTAS (7)


Anúncio publicado na edição citada
O extinto anuário Laemmert, editado na então Capital Federal, circulava com um avantajado número de informações sobre a administração dos Estados brasileiros. Recolhi da publicação referente a 1925, os dados aqui postados.

Dentre outras estruturas, selecionei as duas agremiações culturais mais antigas do Amazonas, ambas prestes a comemorar o primeiro centenário.  No próximo ano, será a ocasião do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (IGHA) e, em janeiro de 2018, da Academia Amazonense de Letras.

A relação dos associados do IGHA aqui exposta, deve subsidiar a concretização de antiga aspiração da Casa de Bernardo Ramos: conhecer todos os nomes de seus associados efetivos. Ao menos os nomes. Vez que, algumas graves desconcertos contribuíram para esse despropósito. Para o centenário, compromete-se uma comissão, determinar os venerandos associados.


INSTITUTO GEOGRÁFICO E HISTÓRICO DO AMAZONAS
Sede: rua Bernardo Ramos, 19 - Manaus

DIRETORIA
Presidente: Bernardo de Azevedo da Silva Ramos, coronel (GN);
1° vice-presidente: Dr. Antônio Ayres de Almeida Freitas, médico;
2° vice-presidente: Joaquim Gonçalves de Araújo, comerciante;
1° secretário (perpétuo): Professor Agnelo Bittencourt, catedrático do Ginásio Amazonense;
2° secretário: Oscar da Costa Rayol, guarda-livros;
Orador: Dr. Vivaldo Palma Lima, médico;
Tesoureiro: Dr. Hermínio de Carvalho, agrônomo.


COMISSÕES  
1ª - Sindicâncias, redação da “Revista do Instituto”, Regulamentos e regimentos:
Agnelo Bittencourt,
Oscar da Costa Rayol e
Hermínio de Carvalho.
2ª - Geografia, História, Limites, Observações astronômicas e levantamento de Cartas do Estado:
Dr. Abílio de Barros Alencar,
Agnelo Bittencourt e
Dr. Vivaldo P. Lima.
3ª - Arqueologia, Etnografia, Antropologia e Numismática:
Leonardo Ramos,
Dr. João Batista de Faria e Souza e
José da Costa Teixeira.
4ª - Botânica, Agricultura, Zootécnica, Geologia e Mineralogia:
Dr. Alfredo Augusto da Matta,
Francisco Lopes Braga e
Gilberto Frignani.
5ª - Filologia:
Dr. Plácido Serrano,
Dr. José Chevalier e
Dr. Francisco Pereira.
6ª - Indústria, Comércio e Navegação:
J. Avelino de Menezes Cardoso,
Luiz Eduardo Rodrigues.
7ª - Finanças:
Dr. Manoel Miranda Simões,
Dr. Antonio Lobato de Faria e
Antonio de Vasconcelos. 



ACADEMIA AMAZONENSE DE LETRAS

Fundada a 1º de janeiro de 1918, sob a denominação de Sociedade Amazonense de Homens de Letras.

DIRETORIA
Presidente: Dr. Adriano Augusto de Araújo Jorge,
Vice-presidente: Dr. Manoel José Ribeiro da Cunha, Secretário: Dr. José Chevalier Carneiro de Almeida.

Acadêmicos:

1.    Aurélio Pinheiro,
2.    Alcides Bahia,
3.    Álvaro Maia,
4.    Achiles Bevilaqua (ausente),
5.    Benjamin de Lima (ausente)
6.    Benjamin de Souza,
7.    Coriolano Durand,
8.    Carlos Chauvin,
9.    Dorval Porto (ausente),
10.   F. P. d'Araújo Filho,
11.   Gaspar Guimarães
12.   Genesio Cavalcanti (ausente)
13.   J. F. d'Araújo Lima,
14.   José Chevalier,
15.   João Huascar de Figueiredo,
16.   João Leda,
17.   Jonas da Silva,
18.   Jorge de Moraes (ausente),
19.   Manoel Nunes Pereira,
20.   Odilon Lima (ausente),
21.   Octavio Sarmento,
22.   Pauto Eleutério (ausente),
23.   Péricles Moraes,
24.   Raul de Azevedo,
25.   Raymundo Monteiro,
26.   Virgílio Barbosa (ausente),
27.   Waldemar Pedrosa,
28.   Antonio Gonçalves Pereira de Sá Peixoto.


Nota — Toda a correspondência deve ser dirigida ao secretário Dr. José Chevalier Carneiro de Almeida, rua Dr. Moreira (Instituto Universitário).