CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

8 de março de 2016

EDUCAÇÃO NO AMAZONAS: NOTAS (3)

Etapa final do folheto escrito pelo falecido mestre João Crisóstomo de Oliveira sobre a Educação em nosso Estado, e publicado em 1981 sob a orientação do IGHA (Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas), durante o governo de José Lindoso (1979-82).

Quando na interventoria do Estado o capitão Nelson de Mello (10.10.1933 a 06.01.1934), a Escola foi transferida para o edifício do então extinto Quartel de Polícia, já remodelado, onde permaneceu pouco tempo, daí passando para o grandioso prédio em que se encontra magnificamente instalado, à praça Antônio Bittencourt. Tem hoje a escola o nome de Instituto de Educação do Amazonas.
Obs.: Rebuscando os Arquivos do Colégio Estadual e do Instituto de Educação, deverão ser encontrados numerosos subsídios, sobretudo modernos, baseados em fatos e estatísticas, para a formação de um contexto histórico da evolução dessas casas de ensino.
* * *
Teses de concurso, apresentadas às Congregações do Colégio Estadual e da Escola Normal ao ensejo de provimentos efetivos das cadeiras de Português e Pedagogia, desses estabelecimentos.
JÚLIO NOGUEIRA - A Linguagem: teorias sobre a sua formação. Leis criadoras e leis modificadoras. Estudo de semântica. Tese de concurso para provimento da cadeira da Língua Portuguesa e Literatura da Escola Normal, para ser publicamente sustentada em novembro de 1905. Manaus: 1905.
LUIZ BARREIROS - A Literatura: princípios gerais, seus aspectos e literatura nacional. Tese apresentada à congregação da Escola Normal para o concurso da cadeira de Literatura e Língua Nacional. Manaus:1905.
MARIA AUGUSTA DE CASTRO ARAÚJO - Economia Doméstica. Tese de concurso para a cadeira de Trabalhos Manuais da Escola Normal do Amazonas. Manaus: 1918.
GENTIL PINHEIRO - O Caráter na Pedagogia. Tese de concurso à cadeira de Pedagogia, Metodologia em geral, Educação Cívica e Moral da Escola Normal do Amazonas. Manaus: 1926.
ALVARO MAIA - O Ritmo na Língua Nacional. Tese de concurso para o provimento da cadeira de Português do Ginásio Amazonense Pedro II. Manaus, 13 de janeiro de 1925.
WASHINGTON MELLO - I - A proposição, estudo desenvolvido e II - O caráter nacional da linguagem - Teses apresentadas à congregação do Ginásio Amazonense Pedro II. Manaus: 1928.
MARTINS SANTANA (JOSÉ JOAQUIM) - Da proposição (discursos) - Do neologismo (síntese). Teses apresentadas à Congregação do Ginásio Amazonense Pedro II, para o concurso de provimento da cadeira de Português. Manaus: 1928.
AURÉLIO PINHEIRO - Personalidade Consciente (Estudo sobre as teorias filosóficas e psicológicas da sua evolução). Tese de concurso à cadeira de Psicologia, Higiene e Primeiros Cuidados Médicos da Escola Normal do Amazonas. Manaus: 1926.
SABBAS TELLES - Da linguagem interior (Estudo fisiopsicológico). Tese de concurso à cadeira de Noções de Psicologia, de Higiene e Primeiros Cuidados Médicos da Escola Normal do Amazonas – Manaus: 1926.

Bibliografia, Arquivos e outras fontes, subsidiárias para o estudo da cultura intelectual do Amazonas.
J. B. (João Batista de Faria e Souza). Instrução no Amazonas.  1ª parte. 278 pp. Manaus: 1927.
Obs. Não consta ter sido impressa outra parte. Trata-se de um repositório precioso como lastro de uma história do ensino no Amazonas.

J. B. (João Batista de Faria e Souza). A Imprensa no Amazonas: 1852-1908. 109 pp., publicado sob os auspícios do Governo do Estado.
Obs.: A coleção de jornais a que se refere, figurou na Exposição Comemorativa do Centenário do Descobrimento do Brasil, no Rio de Janeiro, em 1900. Foi um dos sucessos do Certame. Nela, encontram-se publicações raras e manuscritas desde 1852, quer de Manaus, quer do interior. Pelo falecimento de J. B. foi adquirida e se encontra no Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas.

MANOEL DE MIRANDA LEÃO - Antiga Província do Amazonas - Ensino secundário. In: Annuario do Gymnasio Amazonense Pedro II, pp. 26 a 48. Manáos, 1925.
Obs: Número especial comemorativo do Primeiro Centenário natalício do ex-Imperador.

PLÁCIDO SERRANO PINTO DE ANDRADE - O Gymnasio Amazonense. In: Annuario do Gymnasio Amazonense Pedro II, pp. 49 a 63.
Obs: Número especial comemorativo do Primeiro Centenário natalício do ex-Imperador. Esse número contém a relação de todos os alunos que concluíram o curso do Estabelecimento, de 1904 a 1924.

CARLOS DA SILVA MESQUITA. Diretor do Annuario do Gymnasio Pedro II, nº 2. Manáos, 1936.
Obs.: Comemorativo do cinquentenário da fundação do Estabelecimento. Este número é fartamente colaborado. Além de uma parte histórica, contém uma resenha biográfica dos integrantes do corpo docente, como também uma relação dos estudantes que concluíram o curso de 1925 a 1935.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Relatórios da Província do Amazonas. Encerra, em cinco (5) volumes todas as Falas e Relatórios, respectivos Anexos que os antigos Presidentes da Província dirigiam à Assembleia Legislativa, desde 1852 a 1884.
OBS: O último, que seria o 6º volume, de 1884 a 1889, não chegou a ser impresso. Sobre a cultura intelectual e exploração cientificas, há muito que respigar nesses alentados volumes.

JOÃO BARBOSA RODRIGUES. Poranduba Amazonense ou Kochymanara Poranduba. In: Anais da Biblioteca Nacional, vol. XVI, 1886 - 1887, de 335 pp. Rio de Janeiro, 1890.
OBS: Trata-se de subsídio mais abundante e documentado sobre o folclore da Amazônia.
Rebusquem-se os seguintes Arquivos: a) Departamento de Educação e Cultura do Amazonas: b) Colégio Estadual; c) Instituto de Educação; d) Colégio Dom Bosco; e) Academia Amazonense de Letras e sua Revista f) Instituto Geográfico e Histórico e sua Revista; g) Missões Religiosas do Interior; h) Teatro Amazonas; i) Lojas Maçônicas e sua Revista; j) Sociedade Amazonense de Imprensa; 1) Sociedade Amazonense de Professores e sua Revista, etc.

Bibliografia sobre o Amazonas.
Não esquecer todas as boas obras, felizmente, já em grande número, obras que têm contribuído para que a região seja conhecida e proclamada uma das mais ferazes e acolhedoras do País.
Ter cuidado com os livros de fancaria feitos longe da "Terra in natura", sem conhece-la e sem senti-la, apenas com o propósito mesquinho de deturpá-la, quando é certo que se trata de um grande e nobre pedaço do Brasil, onde, felizmente, são raros os espíritos apoucados.

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO DO AMAZONAS
RUA LEONARDO MALCHER Nº 1109 TELEFONES 2324177 — 232-4170 — 232-0772 — TELEX (09221)

MANAUS-AM — Governo JOSÉ LINDOSO