CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

7 de setembro de 2016

SETE DE SETEMBRO

Quartel da Polícia Militar, em primeiro plano
A data da Independência do Brasil hoje festejada, exige desfile militar, que acontece em todos os quadrantes do país. Aqui em Manaus, na condição de capital estadual, reúnem-se as forças militares e estaduais para esta comemoração. A parada cívica-militar ocorreu hoje no Sambódromo, ou seja, retomou o local de desfile.
É sobre o local de desfile que escrevo hoje. Na condição de policial militar tive a oportunidade de desfilar ou de assistir ao desfile em três locais: avenida Eduardo Ribeiro, avenida Djalma Batista e Sambódromo.
Dois detalhes acerca desse desfile, conheci através de leitura e fotografias que o desfile ocorreu na praça da Saudade, no início do século passado; a outra, no entorno do Teatro Amazonas, marchando pela rua 10 de Julho, na década de 1960.
Em seguida, até 1980, o desfile ocorreu na avenida Eduardo Ribeiro, com a tropa concentrada na rua Ferreira Pena; o palanque das autoridades se deslocou pelas esquinas da avenida, ora junto ao Tribunal de Justiça, ora na rua 24 de Maio, e até na Saldanha Marinho.
O aumento da tropa a cada ano e a dimensão da avenida levaram as autoridades a mudar o desfile para a avenida Djalma Batista. Ao tempo em que o conjunto Eldorado estava inconcluso, um autêntico “esqueleto” de moradias. Nesse local de referência postavam-se as Unidades a desfilar. O palanque oficial era armado em frente a atual praça Domingos Russo.
A outra mudança levou o desfile para o Sambódromo, em 1991. O local de tantos desfiles e festejos, parecia ser o melhor e mais atraente e, quem sabe, aconchegante para os apreciadores do desfile. Parece que não. Ano passado, foi transferido para o complexo de lazer da Ponta Negra. Até quando? 

Banda de Música, em frente ao Comando Geral na Praça da Polícia

Polícia Feminina desfila na avenida Djalma Batista

Desfile na rua Dez de Julho, com a bandeira histórica da PMAM



PMAM desfila na avenida Eduardo Ribeiro

Tropa da Polícia Feminina desfila na avenida Djalma Batista