CATANDO PAPÉIS & CONTANDO HISTÓRIAS

10 de dezembro de 2017

MIL E QUINHENTAS POSTAGENS


Os alicerces do meu
trabalho

Alcancei este número, anteontem. Não deve ser grande coisa diante de tantos concorrentes, mas estou exultante, por variados motivos.
Comecei em março de 2010, com a ideia de registrar os trabalhos literários em fase de preparação ou que, já produzidos, pudessem reduzir ou eliminar os arquivos impressos. Assim, grande parte de meu livro – Os Bombeiros do Amazonas, está aqui, espalhado por diversos dias e várias postagens.

Enquanto havia um material pronto, já articulado, a divulgação foi elementar e célere. Isso me deu empolgação, pois servia de contato com os amigos, com os reduzidos leitores. E sempre havia retorno, ainda que infrequente. Além desse contato rareando, novas formas de publicação circulando na Internet fizeram com que me perdesse no caminho.

Ou seja, não soube acompanhar a evolução, apesar das exigências da máquina. Outro motivo, o material publicável escasseou e, desse modo, estive “fora do ar” por vários meses.

Resultado: parei, enquanto rearmava a página. O primeiro “técnico” que busquei, gente do peito, me deixou na mão. Diante do projeto pífio que me apresentou e do longo período de espera, “pulei fora”, tardiamente. Perdi o tempo e o pagamento.

Enfim, alcancei ao profissional – Amaro Junior – que rapidamente me conectou com o mundo da informática, reajustou meu Blog e me incentivou na tarefa. Com o estímulo redobrado, reabri a caminhada em “busca do tempo” parado.

No mesmo período, obtive ajuda do Marcelo Menezes, que me incrementou a publicação de meus livros na Internet. Três deles já se encontram no site Issuu.com, enquanto outros títulos estão sendo preparados.

Com tanto apoio, desde setembro passado venho me dedicando com afinco, esperando dobrar a quantidade de postagens que dias passados alcancei, em tempo recorde.   


Obrigado a você pela atenção, desculpas pelos tropeços.